Canteiro dos girassóis

Desvelando o sol poético.

Textos


IDOSIDADE & PÔR DO SOL
Guida Linhares

Depois de passar uma tarde festiva, comemorando o Dia dos Idosos e observando a participação entusiasmada de amigas presentes e tantas outras pessoas da "melhor idade", ao término da festa achei por bem fazer a caminhada de retorno ao meu cafofo, pelo calçadão da praia.
E foi então que pelos 3 kms percorridos, pude contemplar as diversas nuances do por do sol, desde a sua descida até os matizes pincelados num céu azulado, formando magníficos arabescos, dignos dos diversos cliques que fui fazendo ao longo do trajeto, ao mesmo tempo em que refletia sobre ser um idoso no pÔr do sol.
Isso mesmo! O dia nasce e se põe para a noite chegar. O ser humano nasce e a morte é certeza absoluta. 
Porém há um maravilhoso intervalo entre o nascer e o pôr do sol, usufruído bem ou mal, pelos habitantes deste latifundio, seja em tempo de guerra ou de paz.
E nós, como partes integrantes da natureza, dentro do espaço compreendido entre o primeiro ao ultimo suspiro, temos a dádiva de vivermos uma vida plena, entre altos e baixos, tristezas e alegrias, plantando sementes com livre arbítrio, pincelando nossa trajetória com as cores desejadas, matizando nosso céu interior.
Que o sol do coração brilhe até que se ponha no horizonte, mas antes precisamos cantar lindas canções, amar e sermos amados, cuidar e sermos cuidados, rir e sorrir muito, sendo gratos ao Supremo Criador, pela dádiva da vida.

Santos/SP/Brasil
01/10/18

🌷🌷🌷
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 05/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras