Canteiro dos girassóis

Desvelando o sol poético.

Textos



AMOR INFINITO
Guida Linhares

Às vezes faço tantas perguntas para mim mesma, das quais não encontro respostas, então escrever se torna um bom exercício para compartilhar com outras mentes e corações, certas dúvidas inquestionáveis de cada um de nós.

Sou espiritualista e acredito na reencarnação, pois uma vida só me parece pouca para a evolução em todos os sentidos. 

Embora os atuais cânones do Cristianismo preguem a ressurreição, sabe-se que nos antigos documentos já existia a reencarnação, tendo sido abolida: "Era, então, meados do século VI, no ano de 553, quando o segundo Concílio de Constantinopla, atual Istambul, na Turquia, em decisão política, para agradar o Império Bizantino, resolveu abolir tal certeza, cientificamente justificada, substituindo-a pela palavra ressurreição, que ataca toda ordem natural do processo da vida neste planeta." *

Mas agora vem o meu questionamento interior: 

- O amor pode ser infinito, a ponto de atravessar as várias encarnações?

Não sei responder com certeza, pois vejo que a jornada do ser humano requer várias vivências e experiências que muitas vezes dependem dos estímulos vindos de outra pessoa, quer seja familiar, amigo ou parceiro/marido/namorado/amante.. 

Viver só pode não trazer toda a gama de sentimentos e emoções necessárias a uma vida saudável, então quando o companheiro morre e depois de um sentido luto, a vida continua, ainda que a saudade seja intensa. 

Porém haverá dias e dias a serem vivenciados pelo/a viúvo/a, que muitas vezes ao sentir o peso da solidão a auto estima se torna rebaixada. 

Enfim seria justo privá-lo/a de um novo relacionamento completo. uma nova aventura a dois?

E o amor eterno como ficaria? Existiria realmente dentro das leis naturais esta continuidade amorosa nas sucessivas reencarnações? 

Ou seria apenas uma obra do acaso o surgimento do amor em nossas vidas, sem a conexão infinita?

As hipóteses são diversas e nos fazem refletir do quanto somos ignorantes a respeito da magia que se chama simplesmente "vida". 

Somos seres que tateiam no escuro, vagando pelas teorias, como quem busca um tesouro no fundo do mar das incertezas.

Santos/SP/Brasil 
18/08/18

<><><><>
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 01/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras