Canteiro dos girassóis

Desvelando o sol poético.

Textos


À LUZ DA PANDEMIA
Guida Linhares

I - Um tempo passado

Era feliz e não sabia! Celebrava a vida entre alegres encontros familiares, e mais palestras, reuniões e eventos com amigos, com a agenda sempre cheia e o coração leve e agradecido.
Os dias transcorriam entre alegrias e algumas tristezas (quem não as têm?) porém a liberdade de ir e vir, a escolha das decisões mais acertadas para cada momento, traçavam um panorama de vida amplamente aproveitada em todos os sentidos, afinal de contas depois de trabalhar por tantos anos, a aposentadoria abriu uma brecha para a satisfação de tudo aquilo que não se pode fazer antes. E vieram as viagens e os passeios sempre com o gostinho de quero mais, com muitos momentos amplamente compartilhados com os amigos!

II - Um tempo presente

E veio a pandemia com uma série de prevenções, visto tratar-se de um vírus contagioso por gotículas, o que obrigou ao uso da máscara, da lavagem de mãos constante e uma série de cuidados a serem acrescentados no cotidiano.
Não trazê-lo para dentro de casa, lavando tudo que vem da rua, não visitar as pessoas, evitar aglomeração, não viajar, sair apenas quando extremamente necessário, pois afinal para quem é do grupo de risco (74 anos) os cuidados foram maiores e o confinamento por dez meses, aumentou o nível de ansiedade e demonstrou o valor que a liberdade possui de alegrar a vida.

III - Um tempo futuro

Estudos e providências quanto à vacina estão sendo viabilizados e oxalá ela venha nos libertar, como uma luz salvadora e saneadora, levando em conta que uma vida saudável passa pelo crivo da boa alimentação e atividade física, além da necessidade de serem mantidas boas relações amigáveis, com momentos de lazer, onde se possa erguer um brinde à vida, sob à luz da mais doce e desejada esperança por melhores tempos!

Santos/SP/Brasil
11/01/21

<><><>
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 11/01/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras